Porto

O TEATRO NACIONAL SÃO JOÃO, situado na Praça da Batalha, foi projetado pelo arquiteto José Marques da Silva e inaugurado em 1920.

Sem estilo definido, é uma estrutura clássica, onde predomina o cimento e a volumetria retangular. A decoração da sala de espetáculos e dos avant-foyer e foyer terá sido inspirada em padrões italianos e franceses. José de Brito e Acácio Lina de Magalhães pintaram o teto. No alçado principal há quatro figuras no friso do entablamento, Bondade, Dor, Ódio e Amor, de Diogo Macedo e Sousa Caldas.

No local onde está hoje o Teatro Nacional São João, já ali existia, desde 1798, o Real Teatro de São João, projetado pelo arquiteto e cenógrafo italiano Vicenzo Mazzoneschi, em homenagem ao príncipe regente e futuro rei D. João VI. Inaugurado oficialmente no dia 13 de maio de 1798, foi o primeiro edifício construído de raiz no Porto exclusivamente destinado à apresentação de espetáculos. Seria destruído por um incêndio na noite de 11 para 12 de abril de 1908. No exato lugar desta “ruinaria” haveria de erguer-se o edifício-monumento que hoje conhecemos.

Em 1932, apenas doze anos após a sua inauguração e acompanhando a decadência da atividade teatral na cidade, passou a chamar-se São João Cine, dedicando a maior parte da sua programação à exibição cinematográfica. O edifício foi esquecido e entrou numa fase de progressiva degradação. Adquirido pelo Estado, foi reinaugurado a 28 de novembro de 1992 com a designação oficial de Teatro Nacional São João. Restaurado, remodelado e reequipado entre 1993 e 1995, segundo projeto do arquiteto João Carreira, voltou a ter uma programação regular. O edifício readquiriu a sua dignidade arquitetónica, a cidade ganhou um projeto com personalidade artística própria.

LOCALIZAÇÃO
Praça da Batalha | 4000-102 Porto  

HORÁRIO
Terça-feira a sábado | 14h00 – 19h00
Domingo | 14h00 – 17h00

CONTACTOS
T. (+351) 223 401 900 | E. geral@tnsj.pt