Lisboa

Construído possivelmente nos finais do século XVII, o edifício onde hoje se encontra instalada a Casa do Alentejo sofreu profundas modificações no princípio do século XX.

Da sua história mais antiga sabe-se que pertenceu a uma família aristocrática – os Paes de Amaral (Viscondes de Alverca) – de quem adotou o nome e o título de Palácio Paes do Amaral ou Palácio Alverca.

No início do século XX (1917-1919) foi alugado a uma empresa que transformou uma parte do velho palácio no 1.º casino da capital – o Magestic Club.

O Palácio sofreu, assim, profundas obras de adaptação sob a direção do arquiteto Silva Júnior, transformando-o no esplendoroso edifício que chega até aos nossos dias.

O Magestic Club denomina-se, anos mais tarde, “Monumental Club”, procurando sempre atrair clientes para as suas luxuosas salas de jogo ou para as sumptuosas festas que tinham lugar no deslumbrante Salão dos Espelhos.

Em 1928 já estava encerrada esta fase da sua vida. Passava o ano de 1932 quando foi arrendado ao Grémio Alentejano, posteriormente denominado – Casa do Alentejo – tornando-se a sede da Associação Regionalista Alentejana.

Em 1981 é adquirido aos descendentes da família Paes de Amaral e tornou-se património de todos os alentejanos.

LOCALIZAÇÃO
Rua das Portas de Santo Antão, 58 | 1150-268 Lisboa  

HORÁRIO
Terça-feira a sábado | 12h00 – 23h00

CONTACTOS
T. +351 213 405 140 | E. geral@casadoalentejo.pt