Porto

Do espólio do MUSEU DO PAPEL MOEDA, integrado na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, fazem parte a totalidade das emissões portuguesas de notas, sendo de destacar a existência de três dezenas de notas únicas. Este núcleo é constituído por exemplares de diversas instituições bancárias, nomeadamente Bancos Emissores do Norte, Banco de Lisboa, Banco de Portugal, Banco de Angola, Banco Nacional Ultramarino e Banco do Brasil, bem como de instituições não bancárias que emitiram notas, tais como as empresas João de Brito, Estradas de Lisboa ao Porto, Thomas Jorge das Neves e Contracto do Tabaco, e ainda da Junta de Fazenda Publica de Angola, Moçambique e do Estado da Índia Portuguesa.

O Museu do Papel Moeda apresenta duas exposições permanentes:

– A exposição de “Papel-moeda” que apresenta a história do dinheiro de papel enquanto património fiduciário português, com o fim de preservar os testemunhos da evolução económica, social e cultural de Portugal. A exposição é constituída por diversas coleções que incluem as apólices do Real Erário, notas de Portugal continental e ex-colónias, cheques, ações, lotarias, papel selado, letras e a mais completa coleção de cédulas que há em Portugal.

– A exposição “O Dinheiro e os Transportes” apresenta mais de 5.000 miniaturas de carros, de barcos e de comboios. É possível visualizar a reconstituição da viagem de Gago Coutinho e Sacadura Cabral e perceber como foi a evolução da aviação civil em Portugal e, entre outras curiosidades, visualizar o interior do novo Airbus.

LOCALIZAÇÃO
Avenida da Boavista, 4245 | 4100-1140 Porto  

HORÁRIO
Segunda a sexta-feira | 10h00 – 12h30 / 15h00 – 18h00

CONTACTOS
T. (+351) 226 101 189 | E. servicoeducativo@facm.pt