Porto

O MOSTEIRO DE SÃO BENTO DA VITÓRIA é um monumento que se destaca pelos seus contrastes e pela sua história. Construído entre os séculos XVI e XVII pelos monges beneditinos, foi o primeiro mosteiro beneditino masculino do Porto. Situa-se no Morro do Olival.

O arquiteto responsável pelo projeto foi Diogo Marques Lucas, discípulo de Filipe Terzi. A fachada neoclássica é notável pela sua simplicidade, em contraste com a magnífica decoração interior, onde se destaca o cadeiral do coro, com painéis em talha dourada e policromada esculpidos em alto-relevo, sobre a vida de São Bento.

Durante as Invasões Francesas e o Cerco do Porto, o mosteiro serviu de hospital militar e, em 1834, foi confiscado pelo Estado e transformado em tribunal e quartel. Entre 1985 e 1990, o IPPAR conduziu obras de restauro, respeitando a traça original e vários elementos de valia arquitetónica, permitindo a instalação dos monges beneditinos, da Orquestra Nacional do Porto e do Arquivo Distrital do Porto. Em 2007, parte da área conventual foi cedida ao Teatro Nacional São João pelo Estado para a realização de eventos culturais.

Recentemente, em 2019, foram criadas peças de celebração da autoria de Paulo Neves, como ambão, altar de celebração e cadeira da Presidência. Durante o Porto 2001, o claustro nobre foi coberto por uma concha acústica e o pavimento revestido por soalho de madeira. O Mosteiro de São Bento da Vitória é um dos monumentos mais emblemáticos da cidade do Porto e representa um importante património histórico e cultural da região.

LOCALIZAÇÃO
Rua de São Bento da Vitória, 45 | 4050-542 Porto  

HORÁRIO
Visitas guiadas de segunda-feira a sábado, às 10h30 e às 12h30.
Temporariamente, as visitas guiadas ao Mosteiro e à Igreja de São Bento da Vitória realizam-se por marcação prévia, com um mínimo de 48 horas, para um número limitado de pessoas.

CONTACTOS
T. +351 22 340 19 56 | E. visitas@tnsj.pt