Lisboa

Construída no séc. XVI, sob o orago de São Roque, protetor dos doentes da peste, a IGREJA DE SÃO ROQUE foi sagrada em 25 de fevereiro de 1515, pelo bispo D. Duarte. Em 1553, a Companhia de Jesus toma posse deste templo, que conhece várias intervenções por parte dos arquitetos Afonso e Baltazar Álvares e Filipe Terzi.

A igreja traduz uma típica arquitetura religiosa maneirista e o verdadeiro protótipo das igrejas jesuíticas portuguesas: uma nave única com capelas laterais intercomunicantes e cobertura em teto de madeira. A atual fachada classicizante e austera, totalmente revestida a cantaria, é resultado de um restauro pós-terramoto de 1755. A riqueza espacial e decorativa concentra-se no interior, onde se articulam manifestações artísticas maneiristas e barrocas, expressas nos azulejos, mármores, pinturas e talhas.

Destaca-se a capela de S. João Baptista, encomendada em Itália, por D. João V. A expulsão da Companhia de Jesus do território nacional implicou que, por carta régia de 8 de fevereiro de 1768, a Igreja de São Roque e Casa Professa dos Jesuítas viessem à posse da Misericórdia de Lisboa, que aí instalou os seus serviços até ao momento.

O museu anexo, instalado na antiga Casa Mãe dos Jesuítas, reúne coleções de arte sacra do séc. XVI ao séc. XVIII.

LOCALIZAÇÃO
Largo Trindade Coelho  |  1200-470 Lisboa  

HORÁRIO
Terça-feira a domingo | 10h00 – 19h00

CONTACTOS
T. 213 235 065 | E. info@museu-saoroque.com