Lisboa

O convento de Nossa Senhora dos Remédios, Ordem dos Carmelitas Descalços, foi fundado em 1606, tendo a sua construção terminado em 1613. As terras onde foi implantado, estavam aforadas a Vasco Fernandes César e a Francisco Soares pelas Comendadeiras de Santos. Os frades, após consentimento das mesmas compraram-nas por 820 mil reis.

A esta já vasta cerca que, além de permitir o abastecimento do convento com os géneros agrícolas produzidos, se constituía como um local de lazer para os monges, iria ainda ser acrescentada uma nova porção, doada por Luís César de Menezes, designada por “cerca nova”.

Após expulsão dos frades, o edifício foi requisitado para Quartel do Batalhão 17º da Guarda Nacional em 1835, tendo igualmente sido requisitado para a Pagadoria Militar e Repartição do Comissariado em 1836. O Ministério dos Negócios do Reino concede-o ao Director Geral do Conservatório das Artes e Ofícios em 1837.

Posta á venda em haste pública em 1872, o imóvel é comprado pela Igreja Presbiteriana Escocesa, facto que provocou acesa polémica.

Em 1898, o conjunto é comprado pela Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, onde, actualmente, desenvolve um conjunto de atividades, sendo a mais importante a celebração eucarística dominical.

LOCALIZAÇÃO
Rua das Janelas Verdes, 2 | 1200-850 Lisboa  

HORÁRIO
. Capela aberta de terça a sexta-feira
. Catedral e Claustros abertos para visita à terça-feira de manhã e quinta-feira à tarde

CONTACTOS
T. +351 223 754 018 | E. paroquiasaopaulo@igreja-lusitana.org