Porto

Imaginada para assinalar o ano festivo de 2001, em que a cidade do Porto foi Capital Europeia da Cultura, a CASA DA MÚSICA foi o primeiro edifício construído em Portugal exclusivamente dedicado à Música, seja no domínio da apresentação e fruição pública, seja no campo da formação artística e da criação.

O projeto Casa da Música foi definido em 1999, como resultado de um concurso internacional de arquitetura que escolheu a solução apresentada por Rem Koolhaas – Office for Metropolitan Architecture. As escavações iniciaram-se ainda em 1999, no espaço da antiga Remise do Porto na Rotunda da Boavista, e a Casa da Música foi inaugurada na Primavera de 2005, no dia 15 de Abril.

Para além dos vários espetáculos, que integram diversas áreas musicais como o clássico, o jazz, o eletrónico, o rock, o pop, o étnico, a música do mundo e de fusão, a Casa da Música tem, também, uma função dinâmica e educativa, promovendo outras atividades e workshops, para todo o tipo de público.

SALA SUGGIA
Considerada o coração da Casa da Música, a Sala Suggia – assim batizada em homenagem à violoncelista portuense Guilhermina Suggia, expoente mundial do instrumento na primeira metade do século XX – serve de âncora a todo o edifício, permitindo que os principais percursos se desenhem à sua volta. Com sete janelas que a ligam quer ao exterior quer a outros espaços, proporcionando diferentes ângulos de visão, é o único concert hall do planeta onde se pode tocar música exclusivamente com luz natural, suficiente para a leitura de partituras. As artes decorativas e os períodos fundamentais da história da música ocidental merecem especial deferência na Sala Suggia, o que salta à vista em exemplos como a talha dourada ou os órgãos de tubos. Tais evocações convivem e dialogam com um conjunto de elementos de indisfarçável contemporaneidade, em que se inscrevem a canópia, a sala de régie ou a ponte de manutenção. Tem capacidade de 1238 lugares sentados.

SALA 2
É a segunda maior sala de concertos da Casa da Musica. Projectada para uma polivalência geral, está apta a receber qualquer espécie de evento. A sua fenomenal acústica baseia-se na placagem de revestimento das paredes e tectos, em contraplacado perfurado, não pintado convencionalmente a spray ou pincel mas mergulhado em tinta vermelha, o que lhe confere uma tonalidade muito natural com ligeiros matizes. Tem capacidade para 350 lugares sentados ou 650 lugares de pé.

SALA VIP
Como o nome indica, a Sala VIP foi criada para ser uma espécie de cartão-de-visita da Casa da Música, um espaço distinto e particularmente formal da instituição. No entanto, tem sido sobretudo utilizada para eventos como pequenas conferências de imprensa, receções, cocktails ou até lançamentos discográficos. As paredes estão decoradas com azulejos com reproduções de painéis originais que se podem encontrar em diferentes museus de Portugal e da Holanda, país de origem do arquiteto Rem Koolhaas.

SALAS ROXA E LARANJA
São espaços criados para eventos educativos relacionados com a música. São salas pequenas, totalmente decoradas de roxo e laranja.

LOCALIZAÇÃO
Avenida da Boavista, 604 – 610| 4149-071 Porto 

HORÁRIOS
Segunda-feira a sábado | 9h30 – 19h00
Domingos e feriados | 9h30 – 18h00
Visitas guiadas | 11h00 e 16h00

CONTACTOS
T. (+351) 220 120 220 | E. info@casadamusica.com